19/01/2018
Por Edilson Silva em Policial, Política

Por conta de regalias em presídio, MP pede transferência de Cabral (ex-governador) para Curitiba

As regalias que eram permitidas ao detento e ex-governador Sérgio Cabral dentro do presídio levaram o Ministério Público do Estado do Rio (MP-RJ) e o Ministério Público Federal (MPF) a tomar medidas drásticas. O MP pediu nesta quinta-feira (18) a transferência do político para Curitiba e o afastamento do secretário estadual de Administração Penitenciária, coronel Erir Ribeiro Costa Filho. A informação foi divulgada pelo jornal “O Globo”.

Entre os benefícios ilegais apontados pelo Ministério Público do Rio está a instalação de um home theater, irregularidades nas celas, exemplificadas pela presença de equipamentos de musculação e a disponibilidade de alimentos em condições fora das determinadas, além de remédios sem prescrição. Cabral também teria livre circulação pela Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, o que permitiu o recebimento de entregas na área externa do presídio.

Com quatro condenações e preso desde novembro de 2016, o ex-governador do Rio de Janeiro foi denunciado por corrução passiva no início deste mês pelo Ministério Público Federal (MPF). Esta foi a 20ª acusação contra o político: uma foi apresentada pela força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba e as outras 19 pelo MPF no Rio.

Reportagem, Tácido Rodrigues 



0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Facebook


Twitter