06/12/2017
Por Edilson Silva em Política

Tiririca se diz ‘envergonhado’ e renuncia ao cargo de deputado; veja vídeo

Parlamentar mais bem votado nas eleições de 2010, Francisco Everaldo Oliveira Silva, o Tiririca (PR-SP), anunciou, na tarde desta quarta-feira (6), que renuncia ao seu mandato de deputado federal.

“Eu subo nessa tribuna pela primeira vez e pela última vez. Não por morte, mas porque estou abandonando a vida pública”, anunciou. “E eu tô saindo triste para caramba, muito chateado mesmo”, continou Tiririca .

Em seu único discurso feito no parlamento, o deputado que está em seu sétimo ano consecutivo de mandato afirmou que sente vergonha da Casa.

“Seria hipócrita se eu não falasse realmente que estou decepcionado. Decepcionado com a política brasileira, decepcionado com muitos de vocês, muitos”, afirmou. “Saio totalmente com vergonha. Não são todos, mas eu queria que vocês tivessem um olhar pelo nosso país, pela nossa saúde”.

A posição do deputado estava bem clara nos último tempos. Ele chegou a criticar o Congresso Nacional em algumas entrevistas e já tinha mencionado que deixaria a vida pública.

Palhaço só do lado de fora

Apesar de ser palhaço de circo, o deputado levava a sério a vida política . Era um dos que mais compareciam e participavam das votações, apesar de nunca ter feito um discurso na Casa.

“Nunca brinquei aqui dentro. Votei de acordo com o povo”, ressaltou. “Não fiz muita coisa, mas pelo menos fiz o que eu sou pago para fazer”.

A posição do deputado estava bem clara nos último tempos. Ele chegou a criticar o Congresso Nacional em algumas entrevistas e já tinha mencionado que deixaria a vida pública.

Em seu primeiro e último discurso, o deputado disse que não sente vergonha de andar na rua “como muitos têm, porque para o povo, a política é uma vergonha “.

Por fim, ressaltou os votos recebidos, sua forma de fazer campanha e fez um último apelo: “todas as minhas duas votações foram mais de um milhão de votos sem falar. Brincando e falando a verdade na brincadeira. Vamos olhar pelo nosso povo e pelo nosso País. Obrigado”.



0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Facebook


Twitter