04/08/2017
Por Edilson Silva em Saúde

Médicos do RN fazem ato contra o sucateamento do SUS

Médicos potiguares realizaram um protesto na tarde desta quinta-feira (03), em Natal, contra uma declaração do ministro da Saúde, Ricardo Barros. “Vamos parar de fingir que pagamos médicos e os médicos vão parar de fingir que trabalham”, disse o ministro no dia 13 de julho, quando anunciou recursos para instalação de pontos eletrônicos nas unidades de saúde. No dia 20, o ministro disse que fala não era para todos os médicos.

A manifestação, segundo os profissionais, também foi direcionada aos gestores estaduais e municipais. Os profissionais fizeram críticas sobre as condições de trabalho e a infraestrutura do Serviço Único de Saúde (SUS).

O ato começou em frente ao Sindicado dos Médicos do RN (Sinmed), de onde saiu uma passeata pela Rua Apodi e Avenida Rio Branco, no Centro da Cidade, até chegar ao Conselho Regional de Medicina do RN – CREMERN.  As informações são do G1 RN.

“O SUS segue sendo sucateado, o financiamento público cada vez mais insuficiente e, para fugir à responsabilidade sobre os resultados de uma gestão equivocada, Barros segue a receita de atribuir culpa do caos aos médicos”, disse um dos manifestantes no carro de som, em relação ao ministro.

“Precisamos mudar essa realidade que já vem de muitos anos. Temos ação na Justiça Federal pela luta de abertura de leitos de UTIs, temos a assistência primária que é precária e temos a violência urbana que afeta a crise na saúde”, declarou o presidente do Cremern, Marcos Lima de Freitas.


03/08/2017
Por Edilson Silva em Política

‘Operação abafa’ contra corrupção é realidade ostensiva, diz Barroso

Sem citar nomes, ministro do STF disse que há uma legião de pessoas que gostaria que o Brasil continuasse a ser ‘País feio e desonesto’

Marcelo Osakabe, O Estado de S.Paulo

Um dia depois de a Câmara dos Deputados barrar a denúncia contra o presidente Michel Temer, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luis Roberto Barroso afirmou que a “operação abafa” contra a corrupção é uma realidade visível e ostensiva atualmente. Sem citar nomes diretamente, o jurista afirmou ainda que existe uma legião de pessoas que gostaria que o Brasil continuasse a ser “o País feio e desonesto que criamos”.

“A operação abafa é uma realidade visível e ostensiva no Brasil de hoje. Há muita resistência às mudanças que precisam ser feitas”, disse o ministro, que participou do 6º Simpósio de Direito Empresarial da Aliança de Advocacia Empresarial (Alae).

“Há os que não querem ser punidos e há um lote pior, os que não querem ficar honestos nem daqui para frente, que depois da ação penal 470 e de três anos de Operação Lava Jato continuam com o mesmo modus operando de achaque”, notou. “Estas pessoas têm aliados importantes em toda parte, nos altos escalões da República, na imprensa e nos lugares onde a gente menos imagina.”

O ministro do STF, no entanto, se mostrou otimista. “Hoje a fotografia do momento pode dar a impressão de que o crime compensa. Mas acho que esta é uma impressão enganosa. O Brasil já mudou e nada será como antes”, afirmou.

Barroso defendeu, que, para minimizar a corrupção no sistema político brasileiro, é preciso mudanças na lei eleitoral no sentido de reduzir o custo das eleições e aproximar mais o eleitor do político eleito. “Do jeito que está, o sistema eleitoral frauda a vontade do eleitor”, disse. Além de Barroso, também participam do evento o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) e o ex-ministro da Defesa Nelson Jobim.


03/08/2017
Por Edilson Silva em Policial, Política

Lava-Jato: Ex-secretário de obras de Paes é preso na operação ‘Rio, 40 graus’

Depois do Governo Cabral e do TCE-RJ, a Operação Calicute desembarca na Prefeitura do Rio, e mira pela primeira vez a gestão Eduardo Paes (PMDB). Autorizada pelo juiz Marcelo Bretas, a operação “Rio, 40 Graus” cumpre nesta quinta-feira 10 mandados de prisão, entre preventivas e temporárias, em Pernambuco e São Paulo. A ação tem como base as delações de Luciana Salles Parente e Rodolfo Mantuano, ambos ex-executivos da Carioca Christiani-Nielsen Engenharia. Um dos alvos, o ex-secretário de obras de Paes Alexandre Pinto, foi preso em casa, em Jacarepaguá.

Os suspeitos são acusados de receber um total de R$ 35,51 milhões em propina decorrente das obras de um dos trechos do BRT Transcarioca, que liga o Aeroporto Galeão à Penha. Além da Carioca, fizeram parte do consórcio responsável pelas obras as empreiteiras OAS e Contern.

A operação de hoje tem como desdobramentos investigações da Calicute que levantam suspeitas de que o esquema faz parte da mesma organização criminosa liderada por políticos do PMDB no estado do Rio, ligados a Cabral. Outra obra suspeita de desvios é do Programa de Despoluição da Bacia de Jacarepaguá. Os investigados serão levados para a Superintendência da Polícia Federal, no centro do Rio, e serão indiciados por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. As informações são de O Globo.

Fazem parte da lista de presos o ex-secretário municipal de Obras Alexandre Pinto, que ocupou o cargo de março de 2012 a dezembro de 2016; a advogada Vanuza Vidal Sampaio, o lobista Laudo Aparecido Ziani, e os fiscais de obras municipais Eduardo Fagundes, Ricardo Falcão e Azalmir Araújo. Ziani é casado com a deputada Aline Corrêa (PP-SP), filha do também ex-parlamentar Pedro Corrêa, envolvido no mensalão e na Lava-Jato. Até o momento não há nenhuma prova que implique diretamente Eduardo Paes.

Em nota enviada ao GLOBO, Paes afirma que Alexandre Pinto é um servidor de carreira da Prefeitura do Rio e que “a política não teve qualquer relação com sua nomeação para a função de secretário de obras”.

De acordo com Paes, caso sejam confirmadas as acusações, “será uma grande decepção o resultado dessa investigação”.

Alexandre Pinto é acusado de ter cobrado uma “taxa de oxigênio”, termo também utilizado pelo ex-secretário de Obras de Cabral para definir o pagamento de propina ao esquema do ex-governador, no valor de 1% do contrato das obras. Segundo os delatores, os fiscais cobraram 3%, enquanto a advogada foi denunciada por ter assinado um contrato fictício, no valor de R$ 5 milhões, intermediado pelo lobista Laudo Aparecido, para justificar a movimentação da propina.


03/08/2017
Por Edilson Silva em Política, RN

Cúmplices: Maioria da bancada do RN rejeita pedido para investigar Temer

A bancada federal do Rio Grande do Norte no plenário da Câmara rejeitou nesta quarta-feira (2) o pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para autorizar a análise de denúncia criminal contra o presidente Michel Temer (PMDB), por corrupção passiva, pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

No total, cinco deputados potiguares: Fábio Faria (PSD), Beto Rosado (PP), Rogério Marinho (PSDB), Felipe Maia (DEM) e Walter Alves (PMDB), ignoraram as provas e barraram a denúncia contra Temer. Apenas três deputados: Antônio Jácome (Podemos), Rafael Motta (PSB) e Zenaide Maia (PR), votaram a favor  da continuidade do processo para o STF que se a Corte houvesse recebido a denúncia e tornado Temer réu, isso levaria ao seu afastamento por 180 dias

Depois de 34 dias de intensas negociações — marcadas por encontros diários com dezenas de deputados, liberações de bilhões de reais em emendas parlamentares, distribuição de cargos a aliados e um jogo pesado de pressões nos bastidores —, o presidente Michel Temer conseguiu barrar nesta quarta-feira a denúncia que pesava contra ele por corrupção passiva que havia chegado à Câmara dos Deputados no dia 29 de junho.


03/08/2017
Por Edilson Silva em Policial, Política

Roubalheira dos políticos: Janot pede ao STF inclusão de Temer em inquérito do ‘quadrilhão’ do PMDB

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência) sejam incluídos no rol de investigados de um inquérito já instaurado contra membros do PMDB na Câmara dos Deputados no âmbito da Operação Lava Jato. Janot afirma que a organização criminosa investigada a partir da delação da JBS é apenas um “desdobramento” da que já era investigada no inquérito que engloba 15 parlamentares, ex-parlamentares e assessores do PMDB.

A reportagem procurou as assessorias da Presidência da República, de Padilha e Moreira Franco para se manifestarem sobre o pedido de Janot e ainda aguarda resposta.

No caso de Temer, que já era alvo de inquérito no STF sob a suspeita de participação em organização criminosa, Janot esclareceu que “não se trata de uma nova investigação contra o presidente da República, mas de uma readequação daquela já autorizada no que concerne ao crime de organização criminosa”. De acordo com o que foi pedido pela PGR, a outra linha de investigação que existe contra o presidente, pelo suposto crime de obstrução à investigação de organização criminosa, seguirá tramitando em um outro inquérito, separadamente. As informações são de O Estado de São Paulo.

“O avanço nas investigações demonstrou que a organização criminosa investigada no Inquérito 4.483 na verdade, ao que tudo indica, é mero desdobramento da atuação da organização criminosa objeto dos presentes autos. Por isso, no que tange a este crime específico (organização criminosa), mostra-se mais adequado e eficiente que a investigação seja feita no bojo destes autos [do Inquérito 4.327] e não do Inquérito 4.483”, disse Janot.

O inquérito do “quadrilhão” do PMDB possui atualmente 15 investigados, entre eles o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o ex-ministro Henrique Eduardo Alves, o doleiro Lúcio Funaro, o líder do governo no Congresso, André Moura (PSC-SE), o deputado federal Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), a ex-prefeita Solange Almeida e o lobista Fernando Falcão Soares, o Fernando Baiano, um dos delatores da Operação Lava Jato. Ele instaurado a partir do desmembramento do “inquérito-mãe” da Lava Jato, por determinação do ministro Teori Zavascki, que atendeu a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e dividiu as investigações por partidos políticos.


02/08/2017
Por Edilson Silva em Política

Vergonha: Réus, condenados e investigados na Lava Jato viram juízes na votação da denúncia contra Temer

De dia deputado, de noite presidiário, Celso Jacob votará pela rejeição da denúncia contra Temer e diz que presidente só deverá responder à Justiça depois que acabar seu mandato

Pela primeira vez na história, os deputados se reúnem nesta quarta-feira (2) para decidir se autorizam ou não o Supremo Tribunal Federal (STF) a analisar uma denúncia criminal contra o presidente da República. A condição de réu, da qual Michel Temer quer escapar, é uma realidade para um grupo significativo de parlamentares que atuarão como juízes no plenário. Pelo menos 47 deputados respondem a ações penais (processos) na mais alta corte do país. Desses, ao menos seis exercem o mandato mesmo condenados à prisão – inclusive um presidiário. Todos estão aptos a participar da votação.

O número de réus representa quase 10% dos 513 integrantes da Casa. Eles são acusados de corrupção, a exemplo de Temer, e outros crimes, como formação de quadrilha, peculato, delitos contra a administração pública em geral, entre outros. As ações penais são processos que podem resultar em condenação.

O “corpo de magistrados” da Câmara é composto, ainda, por 71 deputados investigados na Operação Lava Jato, a mesma que motivou a denúncia da Procuradoria-Geral da República por corrupção e arrastou o presidente para o centro da crise política. São citados em delações da Odebrecht e de ex-diretores da Petrobras. Réus e alvos de inquéritos (investigações preliminares que podem resultar na abertura de processos) na Lava Jato fazem parte da bancada suprapartidária dos parlamentares com contas a prestar à Justiça. Pelo menos 238 congressistas respondem a acusações criminais no Supremo. Desses, ao menos 190 são deputados que participarão da votação histórica da denúncia. Matéria completa AQUI.


02/08/2017
Por Edilson Silva em Caicó

Prefeitura de Caicó faz adesão ao selo UNICEF 2017/2020

O prefeito de Caicó, Batata Araújo, assinou nesta o termo de adesão que oficializa a participação do Município na busca pela conquista do Selo UNICEF – Edição 2017/2020. Batata destacou que a certificação é um compromisso de governo. “Vamos partir para um conjunto de ações intersetoriais e para obter êxito nessa campanha estaremos focando todas as ações nas áreas da saúde, assistência social, educação e no esporte”.

Batata também lembrou que a adesão simboliza o esforço empreendido pela gestão ao trabalhar na promoção e garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes de Caicó, destacando a importância de cuidar bem dessas sementes. “Para que tratemos adequadamente as políticas educacionais, de esporte, lazer, cultura a proteção social dessas crianças para que elas possam crescer em um ambiente saudável e com futuro ainda melhor”, disse o gestor.


02/08/2017
Por Edilson Silva em Notas

Governo do Estado abre inscrições para 11º Congresso de Gestão Pública do RN

Estão abertas as inscrições para o 11º Congresso de Gestão Pública do Rio Grande do Norte (Congesp-RN). A iniciativa é do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Administração e dos Recursos Humanos e Escola de Governo Cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales (EGRN), em parceria com o Conselho Federal de Administração e o Conselho Regional de Administração do Rio Grande do Norte (CRA-RN). O evento acontece nos dias 30 e 31 de agosto e 01 de setembro, na sede da EGRN, no Centro Administrativo do Estado, em Natal.

O congresso é destinado, principalmente, para servidores públicos de todas as esferas do Poder Público, além de estudantes e profissionais de Administração. Os interessados podem se inscrever no site http://www.congesp.rn.gov.br. O investimento é de R$100 para servidores públicos e profissionais registrados no CRA-RN, R$60 para estudantes e R$120 para demais interessados.


02/08/2017
Por Edilson Silva em Natal

Wesley Safadão faz show Garota Vip no sábado (05) em Natal

No dia 5 de agosto, Wesley Safadão volta ao Arena das Dunas com o seu show Garota VIP! Sucesso e recorde de público em 2016, o cantor promete uma festa ainda melhor neste ano.

Turistas de diversas cidades vizinhas e até mesmo de outros estados estão se organizando para curtir o Garota Vip Natal 2017. Caravanas de várias partes do Estado já confirmaram presença no evento. A festa, que já passou esse ano por Brasília, Belém, Fortaleza e Salvador, terá ainda em Natal os shows de Léo Santana, Márcia Fellipe e Nathan Lokêta.

As vendas para o GAROTA VIP NATAL estão acontecendo na loja Stalker do Midway e Cidade Jardim, Central do Carnatal do Natal Shopping ou no www.bilhetecerto.com.br.

Confira os valores do terceiro lote:

Arena – R$60 (meia entrada) | R$120 (inteira)
Área VIP – R$140 (meia entrada) | R$280 (inteira)
Lounge Premium (Open Bar*) – R$240 (valor único)**

*Open Bar oferece cerveja, vodka, whisky, refrigerante e água.

**Censura do Lounge Premium: 18 anos.


02/08/2017
Por Edilson Silva em Natal

Aeroporto de Natal é o melhor do Brasil na sua categoria

O Aeroporto de Natal foi eleito o melhor Terminal aeroportuário com capacidade de fluxo de até cinco milhões de passageiros por ano. A pesquisa aplicada pelo Ministério dos Transportes confirma os investimentos que a Inframerica faz há cinco anos.

A nota média da avaliação dos passageiros foi 4,42 de um total de 5 pontos, marca 6 pontos percentuais maior às dos últimos dois trimestres. O resultado demonstra a crescente qualidade dos serviços ofertados no Terminal e que, constante e progressivamente, a Inframerica busca aprimorar.

Dos 38 critérios avaliados pelos passageiros, o Aeroporto foi o mais bem avaliado em qualidade da rede sem fio disponível aos passageiros bem como na disponibilidade de transporte público. Também teve destaque, o curto tempo de restituição da 1ª bagagem no Terminal, menor entre todos os 15 avaliados. A Inframerica investiu mais de R$ 500 milhões no Terminal.


02/08/2017
Por Edilson Silva em Policial

Polícia prende homem suspeito de abusar sexualmente da própria filha em Natal

Policiais civis da Delegacia Especializada em Defesa da Criança e do Adolescente (DCA) prenderam, nesta terça-feira (01), um homem de 39 anos por abusar sexualmente da filha. A menina tinha 12 anos na época do crime. Segundo ela, os fatos ocorreram na residência do pai, localizada em Natal. De acordo com a Polícia Civil, os abusos sexuais foram inicialmente revelados na escola, pela garota.

O homem já havia sido condenado pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e por um outro estupro praticado contra uma prima, no estado de Pernambuco. Além desses crimes, também está sendo realizado um procedimento policial para apurar a contravenção penal de importunação ofensiva ao pudor em desfavor de uma adolescente. A prisão do homem foi realizada em cumprimento de mandado de prisão preventiva, sendo ele em seguida encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.


02/08/2017
Por Edilson Silva em Concursos

Inscrições para cursos técnicos ofertados pela Escola Agrícola da UFRN encerram nesta quarta (2)

As inscrições para os cursos técnicos ofertados pela Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), para alunos da rede estadual de ensino, serão encerradas nesta quarta-feira (2). Ao todo são ofertadas 700 vagas distribuídas em 25 cursos técnicos executados em 13 municípios do RN. As inscrições são gratuitas.

Os alunos interessados podem efetuar as inscrições através do site, preenchendo um formulário online com seus dados. O resultado da seleção será divulgado dia 4 de agosto e o início das aulas está previsto para 14 de agosto.

Há vagas nos cursos técnicos em Agroecologia, Fruticultura, Agropecuária, Agricultura, Administração, Logística, Mecânica, Eletromecânica, Química, Modelagem do Vestuário, Produção de Moda e Guia de Turismo. Eles são ofertados nos municípios de Assu, Governador Dix-Sept Rosado, Ipaguaçú, Macaíba, Patu, Monte Alegre, Mossoró, Natal, Passa e Fica, Presidente Juscelino, Santo Antônio, Senador Elói de Souza e Vera Cruz. A formação profissional ocorrerá em escolas estaduais, centros de educação profissional, nos Campi da UFRN em Natal e Macaíba, além da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa).


01/08/2017
Por Edilson Silva em Brasil, Política, Religião

Papa pede aos jovens brasileiros que lutem contra a corrupção

O Papa Francisco pediu para que os jovens brasileiros combatam a corrupção e não tenham “medo” de lutar. O apelo foi feito em mensagem enviada aos participantes de um evento organizado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil para comemorar os 300 anos da aparição da Virgem Maria no Rio Paraíba do Sul, em São Paulo, às vésperas da votação pela Câmara dos Deputados sobre a aceitação ou não de denúncia contra o presidente, Michel Temer.

“Vocês são a esperança do Brasil e do mundo, não tenham medo de combater a corrupção”, afirmou o Pontífice, informa a agência ANSA. Francisco também agradeceu aos jovens pelos testemunhos de fé e zelo com que enfrentam as dificuldades diárias.

“Caros amigos, em meio às incertezas e inseguranças de cada dia, em meio à precariedade que as situações de injustiça criam ao redor de vocês, tenham uma certeza: Maria é um sinal de esperança que lhes animará com um grande impulso missionário”, afirmou o Papa argentino. “Ela conhece os desafios em que vocês vivem. Com sua atenção e acompanhamento maternos, lhes fará perceber que não estão sozinhos”.

A mensagem, divulgada nesta segunda-feira, foi endereçada especialmente aos jovens que participaram do programa “Rota 300”, encerrado no último dia 29, no Santuário Nacional de Aparecida.

“Não tenham medo de se arriscar e de trabalhar para construir uma nova sociedade, permeando com a força do Evangelho os ambientes sociais, políticos, econômicos e universitários. Não tenham medo de combater a corrupção e não se deixem seduzir por ela!”, pediu o Papa. “Sob o manto de Maria, vocês poderão redescobrir a criatividade e a força para serem protagonistas de uma cultura de aliança e, consequentemente, criar novos paradigmas que guiarão a vida do Brasil”.


01/08/2017
Por Edilson Silva em Policial, Política

Propina BNDES: R$ 1 milhão em dinheiro vivo a Temer (PMDB)

Demilton de Castro e Florisvaldo de Oliveira estavam suando. No estacionamento da JBS em São Paulo, eles tentavam, sem sucesso, enfiar uma volumosa caixa de papelão num limitado porta-malas de Corolla. Plena segunda-feira e aquele sufoco logo cedo. Manobra para cá, manobra para lá e nada de a caixa encaixar. Até que, num movimento feliz, ela deslizou.

Eles conseguiram. Estavam prontos para desempenhar a tarefa que fora designada a Florisvaldo. E que ele tanto temia. Dez dias antes, Florisvaldo despencou até uma rua na Vila Madalena, também em São Paulo, para fazer uma espécie de “reconhecimento do local” onde teria de entregar R$ 1 milhão em espécie. Seu chefe, o lobista Ricardo Saud, havia encarregado Florisvaldo do delivery de propina para o então vice-presidente da República, Michel Temer.

O funcionário, leal prestador de serviço e carregador de mala, não queria dar bola fora. Foi dar uma olhada em quem receberia a bufunfa. Ao subir as escadas do prediozinho de fachada espelhada, deu de frente com a figura inclemente de João Baptista Lima Filho, o coronel faz-tudo de Temer.




Facebook


Twitter