28/07/2017
Por Edilson Silva em Política

Em protesto, Sérgio Reis é chamado de ‘o menino da porteira do Temer’

Colocada em frente a um outdoor que anuncia um show do cantor sertanejo, a faixa critica o recebimento de R$ 8,4 milhões pelo deputado em emendas parlamentares liberadas por Temer

Uma faixa criticando o cantor e deputado federal Sérgio Reis (PRB-SP) foi afixada nessa sexta-feira (28) em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, em frente a um outdoor que anunciava um show do músico na cidade,. O protesto acontece após o site The Intercept Brasil ter divulgado que o político lidera a lista de deputados que mais receberam emendas parlamentares liberadas pelo governo federal neste ano.

“O menino da porteira do Temer. Atual campeão de repasses: R$ 8,4 milhões. Ganha dinheiro cantando (OK, profissão); Ganha dinheiro votando (PQP, Corrupção)”, anuncia a faixa que continuava na avenida João César de Oliveira na manhã dessa sexta.

De acordo com informações do site Contas Abertas, o Palácio do Planalto liberou, somente nos 17 primeiros dias de julho, R$ 2,1 bilhões em emendas parlamentares, a metade dos R$ 4,2 bilhões destinados a deputados e senadores desde janeiro. 

A “torneira” foi aberta ainda em junho, quando foram liberados R$ 2 bilhões em emendas, exatamente o mesmo mês em que a denúncia da Procuradoria Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer (PMDB) chegou à Câmara dos Deputados. Ao mesmo tempo, o segundo pico de liberações de emendas parlamentares ocorreu durante o recesso parlamentar, que é quando os deputados retornam a suas bases eleitorais e poderiam ser cobrados pelos eleitores a votarem pela abertura da denúncia.

Liberando as emendas, Temer espera dar aos deputados indecisos “escudos” contra a pressão popular, uma vez que os valores liberados vão para obras em seus redutos eleitorais. Temer usou a mesma arma que sua antecessora. Dilma Rousseff pagou R$ 3,2 bilhões em emendas às vésperas da votação do impeachment, em abril e maio de 2016.



0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Facebook


Twitter