18/11/2015
Por Edilson Silva em Paraíba, Política

Justiça afasta prefeito do cargo em município paraibano e vice assume

DS-1-310x245

O Ministério Público Federal (MPF) em Monteiro pediu e a Justiça afastou, cautelarmente, para preservar a instrução processual da ação por improbidade administrativa ajuizada em razão de desvio de recursos públicos, o prefeito do município de Princesa Isabel, no Sertão paraibano, Domingos Sávio Maximiano Roberto. O afastamento perdurará por 180 dias ou até o fim da instrução processual. O cargo será ocupado pela vice-prefeita.

Segundo o MPF, o gestor sacou R$ 60 mil da conta de convênio para esgotamento sanitário e utilizou tais recursos no final da campanha eleitoral de 2012. O convênio (SIAFI nº 644721) foi firmado entre a prefeitura e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Na ação, o MPF aponta que, para encobrir o ilícito e justificar a despesa, o prefeito criou uma licitação ideologicamente falsa, tendo informado ao Tribunal de Contas do Estado da Paraíba que o valor foi contabilizado como “serviços de recuperação de estradas vicinais”, que na realidade não foram executados. Para tanto, determinou a elaboração de documentos ideologicamente falsos que atestariam a realização do processo licitatório ‘Carta Convite nº 006/2012’.



0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Facebook


Twitter