28/06/2015
Por Edilson Silva em Jucurutu, Saúde

Pré-conferência de saúde da comunidade Barra de Santana ocorreu no dia 25 em Jucurutu

11202554_990728594292006_4020269787613898507_n

Com informações da ASSECOM – Assessoria de Comunicação da PMJ/Prefeitura Municipal de Jucurutu/RN

A pré-conferência de saúde programada para acontecer na comunidade Barra de Santana em Jucurutu, ocorreu na noite da última quinta-feira (25), em praça pública, idealizada pelo Conselho de Saúde do município, com apoio da Prefeitura, junto a Secretaria de Saúde.

As pré-conferências, têm o papel de promover a discussão das demandas de cada localidade, com a participação da população e elegeros representantes locais, que atuarão como delegados na 4ª Conferência Municipal de Saúde, nos dias 02 e 03 de julho. A programação das pré-conferências de Jucurutu se encerrará na próxima segunda-feira, dia 29, com a que será promovida do bairro Novo Horizonte, às 19h.

Sobre a 4ª Conferência Municipal de Saúde

A 4ª Conferência Municipal de Saúde, que terá como tema central “Saúde Pública de Qualidade para Cuidar Bem das Pessoas. Direito do Povo Brasileiro”, terá cerimônia de abertura no dia 02 de julho, às 19 horas, no Salão Larissa Gabriela Festas, bairro DNOCS. No dia seguinte, as atividades começarão às 07h da manhã e serão encerradas às 15h30, com Palestra Magna, Grupos de Trabalhos e eleição dos delegados para Conferência Estadual.

Quais os objetivos da 4ª Conferência Municipal de Saúde?

I – Reafirmar, impulsionar e efetivar os princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde – SUS, para garantir a saúde como direito humano, a sua universalidade, integralidade e equidade do SUS, com base em políticas que reduzam as desigualdades sociais e territoriais, conforme previsto na Constituição Federal de 1988, e nas Leis n.º 8.080, de 19 de setembro de 1990 e nº 8.142, de 28 de dezembro de 1990;

II – Mobilizar e estabelecer diálogos com a sociedade acerca do direito à saúde e em defesa do SUS.

III – Fortalecer a participação e o controle social no SUS, com ampla representação da sociedade na Conferência Municipal;

IV – Avaliar a situação de saúde, elaborar propostas a partir das necessidades de saúde e participar da adequação/atualização das diretrizes do Plano Plurianual – PPA e do Plano Municipal de Saúde, no contexto dos 25 anos do SUS;

V – Aprofundar o debate sobre as reformas necessárias à democratização do Estado, em especial as que incidem sobre o setor saúde.



0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Facebook


Twitter