05/10/2014
Por Edilson Silva em Eleições

22 candidatos já foram presos em todo o Brasil neste domingo

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que 1869 urnas foram substituídas em todo o país. Segundo o boletim mais recente, divulgado no início da tarde deste domingo, o número representa apenas 0,38% das urnas utilizadas. O Rio de Janeiro é o estado com mais problemas: 383 equipamentos precisaram ser trocados. Além disso, há relatos de eleitores e mesários em relação à biometria, que provocou atrasos em alguns locais do país, como Niterói, no Rio, e Teresina, no Piauí. O presidente do TSE, Dias Tóffoli, admitiu que há problemas de formação de filas, mas que isso não é generalizado no país.

Foram contabilizadas 990 ocorrências no total, mas nenhuma é considerada grave. De acordo com o TSE, 248 pessoas foram presas, sendo 22 candidatos. Dez delas no Rio de Janeiro. Os dados foram atualizados com números da votação até 11h28. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral do estado (TRE), 162 pessoas foram presas no estado, sendo 15 candidatos e 32 no interior do estado. Entre eles estão: Marcelo Borges (PDT), que disputa uma vaga de deputado federal; Dr. João Batista (PT), que tenta o cargo de deputado estadual; Bombeiro Nascimento (PROS), que também quer uma vaga na Assembleia Legislativa do Rio e Everton Gomes (PDT), candidato a deputado federal.



0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Facebook


Twitter