Em 2º no ranking, Brasil se aproxima da líder Bélgica; França retorna ao 3° lugar

 

A Fifa divulgou nesta quinta-feira o ranking atualizado de seleções após as rodadas das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 de outubro, amistosos internacionais e a fase final da Liga das Nações da Uefa. A Bélgica segue na liderança, com o Brasil em segundo, mas agora mais próximo na tabela de classificação. A novidade ficou por conta da volta da França ao Top 3.

 

Com as vitórias sobre Venezuela e Uruguai e o empate com a Colômbia, a seleção brasileira chegou aos 1.820,36 pontos e diminuiu de 20,6 para 11,97 a diferença para a Bélgica, que se mantém na liderança do ranking desde outubro de 2018. Neste mês, os belgas perderam para França e Itália e ficaram com a quarta colocação na Liga das Nações.

 

Com o título da competição europeia conquistado em cima da Espanha, a França retomou o terceiro lugar, que havia perdido para a Inglaterra na lista de setembro. Os ingleses caíram duas posições em relação ao ranking do mês passado e a Itália pulou para a quarta colocação, que pertencia anteriormente aos franceses.

 

Outra troca de posição aconteceu entre os países da Península Ibérica. A seleção de Portugal, do astro Cristiano Ronaldo, perdeu a sétima colocação para a Espanha.

 

A Alemanha, que já garantiu uma vaga na próxima Copa do Mundo, ainda não figura no Top 10, mas subiu duas posições em relação à última lista e agora é a 12ª do ranking. A Dinamarca, outra seleção que carimbou a classificação antecipadamente, segue em 10.º lugar.

 

A Fifa levou em consideração 160 jogos internacionais nessa última atualização. A próxima versão do ranking será divulgada no dia 25 de novembro.

 

O ranking existe desde 1992 e é usado, entre outras coisas, para definir os cabeças de chave dos grupos da Copa do Mundo. Ele passou por sua última transformação drástica em 2018, depois do Mundial na Rússia, quando passou a usar um sistema de pontuação semelhante ao adotado nas classificações de xadrez.

Confira o ranking da Fifa:

 

  • 1.º – Bélgica – 1.832,33 pontos
  • 2.º – Brasil – 1.820,36
  • 3.º – França – 1.779,24
  • 4.º – Itália – 1.750,52
  • 5.º – Inglaterra – 1.750,16
  • 6.º – Argentina – 1.738,79
  • 7.º – Espanha – 1.687,66
  • 8.º – Portugal – 1.681,73
  • 9.º – México – 1.672,92
  • 10.º – Dinamarca – 1.668,98

 

Compartilhe aqui:

Garoto é recebido por Francisco, insiste bastante e ganha chapéu igual ao do papa

 

Um garoto roubou a cena na audiência do Papa Francisco nesta quarta-feira (20): ele conseguiu se sentar ao lado do líder religioso e ganhou um solidéu (uma espécie de boné sem a pala) semelhante ao do papa. A criança “tem uma limitação médica”, disse o papa. Ele estava usando uma máscara e tinha cerca de 10 anos. Ele se aproximou do papa no início da audiência. Os funcionários de segurança não tentaram impedi-lo.

 

Inicialmente, o garoto apertou a mão do papa e pulou para cima e para baixo. Quando ficou claro que ele queria ficar ao lado do Papa Francisco, o monsenhor Leonardo Sapienza, o chefe do protocolo, levantou-se e deu ao menino sua cadeira à direita do papa.

 

O menino, que aplaudiu com entusiasmo quando se sentou ao lado do papa, entrou e saiu do palco livremente, voltando ao centro várias vezes. O público continuava com o papa lendo seu discurso. O menino apontou diversas vezes para o solidéu do papa. As autoridades entenderam a indireta, e ele recebeu um chapéu semelhante. A plateia riu e aplaudiu.

 

Compartilhe aqui:

Data e sede do 13º Mutirão Brasileiro de Comunicação serão anunciados em live na sexta-feira, 22 de outubro, às 17h

 

Em uma live a ser realizada na próxima sexta-feira, 22 de outubro, às 17h, será anunciada a sede e a data da 13ª edição do Mutirão Brasileiro de Comunicação. A novidade poderá ser acompanhada pelas redes sociais da CNBB, da Pascom Brasil e da Signis Brasil. A mediação da live ficará por conta do Marcus Tulius, coordenador nacional da Pascom Brasil.

 

A ultima edição do Mutirão Brasileiro de Comunicação aconteceu em Belo Horizonte (MG), na PUC Minas, nos dia 23 e 24 de Julho de 2021, 100% online, devido a pandemia, com o tema “Por uma comunicação integral. O humano nos novos ecossistemas”. Este Mutirão reuniu as lideranças eclesiais de comunicação, na cooperação, nos mesmos objetivos, somando esforços por uma comunicação integral onde o humano seja considerado acima do mercado e do lucro.

 

Compartilhe aqui:

Saiba quem são os ganhadores da 53ª edição dos Prêmios de Comunicação da CNBB

 

Na noite da última quarta-feira, 22 de outubro, aconteceu a cerimônia de anúncio dos ganhadores da 53ª edição dos Prêmios de Comunicação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). A iniciativa se deu, de modo remoto, devido aos limites impostos pela pandemia.

 

Os 45 finalistas participaram, de forma virtual, de um programa de televisão dinâmico, com produção coordenada pela TV Pai Eterno. O programa foi ao ar às 21h nas emissoras de inspiração católica e redes sociais da CNBB.

 

O anúncio dos 15 ganhadores dos Prêmios foi feito ao longo do programa, que contou com a apresentação da Manuela Castro, assessora de Comunicação da CNBB e do jornalista Zé Eymard.

Saiba quem são os ganhadores:

 

PAPA FRANCISCO (PESQUISAS) 

 

  • Dissertações
    Menores estrangeiros não acompanhados – uma análise da representação no fotojornalismo italiano, de Rosa Maria Martins Silva, mestrado pela Faculdade Cásper Líbero, São Paulo
  • Teses
    Pelos Caminhos de Santiago: Dicotomias em uma experiência de Peregrinação Midiatizada, de Marco Túlio de Sousa, doutorado pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS

 

MARGARIDA DE PRATA (CINEMA)

 

  • Longa-metragem
    Soldados da borracha – Wolney Oliveira
  • Curta-metragem
    Ser negro – além das quatro linhas – Álvaro da Silva Júnior

 

CLARA DE ASSIS (TV)

 

  • Reportagem
    Andarilho líbio viveu isolado embaixo de uma ponte na BR-174 – Orlando Júnior, Daniela Branches, Paulo Frazão, Silvio Souza, Luciane Marques, Emmily Dolzane, Maria Izabel, César Nunes, Harley Santos e Welliton Lopes (Rede Amazônica)
  • Documentário
    Desafios da Igreja: Realidade Indígena – Camila Franco Morais (TV Aparecida)

 

DOM HELDER (IMPRENSA)

 

  • Jornal
    Jornal O Trecheiro – Série de reportagens sobre “A luta pela sobrevivência em tempos de pandemia” – Jornalista: Karla Maria de Souza
  • Revista
    SJMR Brasil – Relatório Anual 2020 – SJMR Brasil – Jornalista: Janaina Santos

 

DOM LUCIANO (INTERNET)

 

  • Aplicativos
    Ad gentes – aplicativo missionário (Pontifícias Obras Missionárias – POM)
  • Iniciativas em redes sociais
    Meu voto importa (Franklin Machado, Carolina Oliveira, Eduardo Schmitz e Tatiana Sabatke – CNBB Regional Sul 4)
  • Sites e blogs
    Bendita Pascom – Marcelo Jacyntho de Godoy

 

KERIGMA (PASCOM)


Formação simples para live – Flávio Faco e Lealdo Silva (Diocese de Cachoeiro de Itapemirim – ES)

 

MICROFONE DE PRATA (RÁDIO)

 

  • Entretenimento
    Radinh o BDF – Camila Ariza Salmazio (Brasil de Fato)
  • Categoria religioso
    Uma conversa sobre Lázaro nas ruas de SP – Alexandre Ferreira Santos e Pedro Luiz Amorim Pereira (Uma Conversa Podcast)
  • Jornalismo
    Estupro corretivo e marital: a voz de quem sofre em silêncio – Leno Falk e Theresa Klein (Agência RadioWeb)

 

MENÇÃO HONROSA “IRMÃ DOROTY STANG”


José Maria Mayrink – homenagem póstuma
* 1938  + 2020

 

Assista o programa na íntegra:

 

Compartilhe aqui:

Jucurutu: Jovem se forma em medicina e vira exemplo de superação

 

A história aqui compartilhada com os leitores do Blog Edilson Silva é sobre uma jovem que em meio dificuldades e ao cenário ocasionado pela pandemia Covid-19 se formou em medicina. Ela vem de uma família humilde, viveu sua infância no Bairro Freitas, estudou em escola pública e lutou muito pra conseguir um diploma.

 

Desde o nascimento, Raiane Oliveira enfrentou as adversidades da vida, pois nasceu com uma condição genética conhecida por Osteogênese Imperfeita. Apesar dos contratempos e obstáculos, soube enfrentá-los, caminhando com fé e sem nunca desistir dos seus sonhos.

 

Acompanhe o relato:

 

Nasci no Distrito Federal e morei em uma cidade vizinha (Luiziânia) até os meus 9 anos. Desde novinha já passava por situações atípicas, pois nasci com uma condição genética chamada Osteogênese Imperfeita, a qual causa grande fragilidade óssea e fraturas de repetição (até mesmo espontâneas). É uma condição que possui diversos graus e, apesar do meu ter sido um dos mais leves, passei boa parte dessa infância engessada por causa das fraturas. Nessa época eu fazia acompanhamento no Hospital Sarah Kubitschek e acredito que de tanto ficar por lá, cresceu em mim a admiração pela área da saúde e, em especial, a medicina.

 

Nesse tempo, minha mãe já se desdobrava pra dar conta desse acompanhamento, além de educar e alimentar os 03 filhos. Trabalhou vendendo lanches em praças e feiras, em casas de família… Tudo isso pra nunca nos faltar o necessário. Em 2003 chegamos em Jucurutu e a batalha dela continuou… trabalhou como cuidadora de idoso, em pousada, como lavadeira, faxineira… muitas vezes ganhando muito pouco (muito mesmo), mas sem reclamar e nos orientando a estudar, para termos um futuro melhor.

 

A dor de um osso quebrado (mesmo que muitas vezes, fazendo-me perder as contas kk) sempre foi pequena, quando comparada a batalha que minha mãe percorreu nessa trajetória. Por isso, sempre digo a todos que tudo que sou é por ela e para ela.

 

Enfim, continuando! Enquanto moramos em Jucurutu, ficamos no Bairro Freitas e estudei no Colégio Santo Alexandre. Até hoje guardo um carinho imenso de todos os professores que tive lá, pois mesmo só com a estrutura básica, ensinavam com excelência e nos estimulavam a voar mais alto. Depois iniciei o ensino médio no Newman, que também tinha um ensino muito bom e professores que admiro demais. Mas, acabei terminando o ensino médio (3o ano) já em Natal, no Colégio Estadual do Atheneu, quando viemos morar aqui, em 2010.

 

Depois disso, começou a saga para passar em medicina. Como sabia que não seria fácil, busquei bolsa de estudos em muitos cursinhos e, em alguns, consegui bolsas ou bons descontos. Com a dedicação exclusiva, apoio dos professores, da minha mãe e irmãos, após 03 anos, veio a aprovação em medicina na UFRN. Minha mãe que já fazia Faxinas para termos uma renda extra, ainda teve que continuar durante alguns anos…

 

Passado esses 06 longos anos, finalmente me formei (em Dezembro de 2020), sem colação, sem baile e em plena pandemia.

 

Do Blog Edilson Silva: Raiane  Oliveira, agora é oficialmente uma doutora e seu relato nos ensina que não devemos nos desmerecer, desacreditar e nos diminuir em meio limitações. Quando dificuldades nos são apresentadas é preciso seguir em frente e acreditar que com um pouco de força de vontade e fé, podemos alcançar nossos objetivos e concretizar sonhos. Acreditem! É possível, pois para Deus, nada é impossível!

 

Parabéns, doutora Raiane Oliveira!

 

 

Compartilhe aqui:

Homem morre esmagado por Carreta após colisão entre duas motos na RN-118 em Jucurutu

 

Um grave acidente de trânsito com vítima fatal foi registrado na noite desta quarta-feira, 20, na RN-118, saída de Jucurutu para Caicó.

 

De acordo com as informações apuradas pelo blog Rivanildo Jr, dois condutores que transitava em sentido contrário ao caminhão acabaram colidindo de frente após um deles ter feito uma ultrapassagem indevida.

 

Com a colisão frontal dos dois condutores, um deles acabou caindo embaixo de uma carreta que transitava no local, morrendo esmagado na hora.

 

A vítima por nome de Palito, que residia no sitio São Braz, morreu no local, enquanto o outro condutor de nome não identificado foi socorrido para o hospital Terezinha Lula em Jucurutu.

 

A Polícia Militar esteve no local da tragédia aguardando a chegada do ITEP Polícia Rodoviária Estadual e Polícia Civil.

SOBRE OS ENVOLVIDOS

 

1 – FRANKSUEL PINHEIRO condutor da moto azul de placa MOE-1039, passa bem.

2 – DORGIVAL PEREIRA DA SILVA, vulgo PALITO – garupa da moto de placa NYT-2178, morreu no local.

3 – RAILTON CELESTINO DA SILVA – condutor da moto NYT-2178, passa bem.

4 – FRANCISCO DE ASSIS DA SILVA (motorista do caminhão), passa bem.

 

Todos os envolvidos (condutores e garupa) usavam capacetes, inclusive a vítima fatal. O caminhão estourou o capacete ao passar por cima.

 

Jair Sampaio

 

Compartilhe aqui:

Copa do Brasil: Athletico-PR encara Flamengo em 1º duelo da semifinal

 

Athlético-PR e Flamengo começam a decidir, na noite desta quarta-feira (20), em Curitiba, quem vai à final da Copa do Brasil. O Furacão não vai contar com os volantes Christian e Richard – suspensos por cartão – nem com o lateral-esquerdo Pedrinho e o atacante Guilherme Bissoli, por já terem defendido clubes na competição. A partida às 21h30 (horário de Brasília), na Arena da Baixada será transmitida ao vivo na Rádio Nacional, com narração de André Marques, comentários de Waldir Luiz e reportagem de Bruno Mendes.

 

Metade da capacidade da Arena da Baixada está liberada ao público, o equivalente a mais de 20 mil pessoas. O técnico Alberto Valentim fala do fator torcida neste duelo, que ficou na bronca após a derrota para o Fluminense por 1 a 0 no Campeonato Brasileiro.

 

“A expectativa da torcida é vir na Arena, ver uma vitória e ficar muito insatisfeita quando o resultado não vem, porque é uma equipe grande, finalista da Copa Sul-Americana, semifinalista da Copa do Brasil”, analisou Valentim durante coletiva.

 

No Flamengo, o atacante Pedro treinou normalmente e está relacionado para o confronto contra o Furacão. No entanto, David Luiz, Bruno Henrique e Arrascaeta seguem no departamento médico.

 

Depois do empate sem gols contra o Cuiabá no Maracanã, no último domingo (17), o técnico Renato Gaúcho já tem a fórmula para enfrentar uma nova retranca.

 

“É mais fácil destruir do que construir no futebol. No momento que você pega um adversário bem fechado, tem que jogar rápido, virar o jogo, trocar passes, buscar jogadas pela linha de fundo, de preferência, com jogadores que cabeceiem bem dentro da área”, explicou o treinador rubro-negro carioca.

 

Agência Brasil

 

Compartilhe aqui:

Solidariedade: crianças da maior rede de escola do RN doam centenas de brinquedos para o GAAC

 

O despertar para solidariedade e o voluntariado. Crianças doando para outras crianças. A cena foi protagonizada por centenas de alunos da maior rede de escola do Rio Grande do Norte que se engajaram na campanha para doação de brinquedos aos assistidos pelo Grupo de Apoio a Criança com Câncer (GAAC).

 

A entrega aconteceu hoje em clima de emoção. As crianças do GAAC festejaram muito os presentes que receberam. As doações atenderão cerca de 300 crianças.

 

“É o momento em que as crianças estão recebendo presentes e sempre conversamos em sala de aula para importância de doar, reservar para outra algo que podemos dar”, disse a professora Shirley Melo, que participou da entrega dos brinquedos.

 

Compartilhe aqui:

Fiocruz divulga estudo sobre nutrição de crianças

 

Dados inéditos sobre anemia e deficiência de vitaminas e minerais em crianças de até 5 anos estão entre os resultados do Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil, coordenado pela Universidades  Federal e Estadual do Rio de Janeiro em parceria com a Universidade Federal Fluminense e a Fiocruz, Fundação Oswaldo Cruz .

 

Um dos resultados da pesquisa aponta que a insuficiência de vitamina D nessa faixa etária não é um problema de saúde pública no Brasil e que a prevalência da deficiência de vitaminas e minerais  reflete as desigualdades socioeconômicas do país.

 

As conclusões serão apresentadas em webinário nesta terça-feira (19) a. Partir das três é meia da tarde com transmissão ao vivo.

 

A prevalência da insuficiência de vitamina D em crianças menores de 5 anos é de 4,3% no Brasil: 0,9% no Nordeste, 1,2% no Norte, 2,2% no Centro-Oeste, 6,9% no Sudeste e 7,8% no Sul.

 

Os dados sugerem que a suplementação universal desse micronutriente, para todas as crianças, não é necessária. Casos específicos devem ser avaliados e acompanhados individualmente”, explica o coordenador nacional da pesquisa , Gilberto Kac, que é professor titular do Instituto de Nutrição Josué de Castro da UFRJ.

 

O levantamento aponta ainda que a prevalência de deficiência de vitamina B12 em crianças menores de 5 anos é de 14,2% no Brasil, com grande diferença entre as macrorregiões: 28,5% no Norte, 14% no Sudeste, 12% no Centro-Oeste, 11,7% no Nordeste e 9,6% no Sul.

 

As desigualdades também aparecem no recorte econômico e no quesito raça/cor. A proporção de crianças nessa situação é maior nas famílias mais pobres.

 

A pesquisa mostra ainda que a prevalência de anemia em crianças brasileiras de até 5 anos foi reduzida à metade nos últimos 13 anos: de 20,9%, em 2006, para 10,1%, em 2019. O cenário foi registrado em todas as regiões brasileiras, à exceção do Norte, que apresentou aumento de 6,6% neste período, subindo de 10,4% em 2006 para 17% em 2019.

 

Compartilhe aqui:

20 reservatórios de água do RN chegarão a janeiro de 2022 com situação de alerta ou ruim, prevê Igarn

 

O Instituto de Gestão das Águas do Estado do Rio Grande do Norte (Igarn) realizou, por meio da sua coordenação de Gestão Operacional, um estudo hidrológico dos reservatórios monitorados pelo Instituto, que busca auxiliar na gestão dos recursos hídricos, dando suporte para os processos decisórios de Alocação de Águas dos mananciais potiguares.

 

O estudo realizado pelo Igarn calculou a capacidade de atendimento às demandas de consumo dos reservatórios monitorados pelo Igarn até janeiro de 2022. Com exceção dos mananciais que já se encontram secos, todos os demais, incluindo as lagoas do Boqueirão, Extremoz e Bonfim tiveram seus dados estudados.

 

Os reservatórios que conseguirão atingir janeiro de 2022 em um estado hidrológico considerado “bom”, ou seja, atendendo a todas as necessidades sem restrições, são 24: Boqueirão de Parelhas; Carnaúba, localizado em São João do Sabugi; Armando Ribeiro Gonçalves, localizada em Assu; Mendubim, também em Assu; Apanha Peixe e  Santo Antônio de Caraúbas, ambos localizados em Caraúbas; o açude Municipal de Encanto; Flechas, localizado em José da Penha; o açude público de Lucrécia; o açude Público de Marcelino Vieira; Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes; a barragem de Pau dos Ferros; Riacho da Cruz II; Rodeador, localizado em Umarizal; Santa Cruz do Apodi, localizada em Apodi; Santana, localizada em Rafael Fernandes; Umari, localizado em Upanema; a barragem de Poço Branco e Campo Grande, localizado em São Paulo do Potengi; Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes e Tabatinga, localizado em Macaíba.

 

Os mananciais monitorados pelo Igarn, que chegaram em janeiro do próximo ano, com o estado considerado de “alerta”, ou seja, que atenderão à demanda de consumo da sua água sem capacidade de aumento ou até mesmo com restrições, são 9: Beldroega, localizado em Paraú; Boqueirão de Angicos; Marechal Dutra (Gargalheiras), localizado em Acari; Rio da Pedra, localizado em Santana do Matos; Sabugi, localizado em São João do Sabugi; Jesus Maria José, localizado em Tenente Ananias; Malhada Vermelha, localizado em Severiano Melo; Morcego, localizado em Campo Grande e o açude de Pilões.

 

Os que o estudo indica que chegarão em estado “ruim”, ou seja, sem conseguir mais atingir às demandas de consumo, ou até secos, são 11: Alecrim, localizado em Santana do Matos; Caldeirão de Parelhas, localizado em Parelhas; o açude público de Cruzeta; Dourado, localizado em Currais Novos; Esguicho, localizado em Ouro Branco; Itans, localizado em Caicó; Passagem das Traíras, localizado em São José do Seridó; Zangarelhas, localizado em Jardim do Seridó; Bonito, localizado em São Miguel e Brejo, localizado em Olho D’Água dos Borges.

 

As lagoas de Extremoz e Boqueirão, foram consideradas em estado “bom”. É necessário ressaltar, que a classificação ocorre com base na capacidade dos mananciais de atender às necessidades de retirada de águas que são postas a eles, não necessariamente nos volumes que acumulam.

 

Já a lagoa do Bonfim está colocada como em estado de “alerta”, pois, apesar de estar com cerca de 47% do seu volume e não correr risco de secar, seu volume é importante para a manutenção de lagoas menores ao redor, já que ela compõe um sistema lacustre. O Governo do RN, através da Caern, já está trabalhando para reduzir os usos da água do manancial com a reativação de poços na região de Boa Cica. Somente durante o mês de outubro passaram a funcionar 7 poços.

 

Após as boas quadras chuvosas, principalmente, dos anos de 2019 e 2020, o Estado do Rio Grande do Norte voltou a ter um período chuvoso abaixo da média em 2021, segundo dados da própria Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (Emparn), o pior cenário desde 2016.

 

Apesar das poucas chuvas, durante o ano de 2021, dos 47 reservatórios com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos monitorados pelo Igarn, 7 chegaram a ficar com 100% da sua capacidade, todos situados na Bacia Hidrográfica do Rio Apodi-Mossoró. Foram eles: o açude Municipal de Encanto; o açude Municipal de Marcelino Vieira; o açude Riacho da Cruz II, localizado em Riacho da Cruz; Rodeador, localizado em Umarizal; Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes; Flechas, localizado em José da Penha e Santana; localizado em Rafael Fernandes.

 

Outros reservatórios receberam mais aporte hídrico que em anos anteriores, casos da barragem Santa Cruz do Apodi, que atingiu seu maior volume desde 2014 e a barragem de Pau dos Ferros, que atingiu seu maior volume desde 2012, ambas durante o mês de maio.

 

Durante os meses de julho e agosto, o Igarn esteve presente em diversas reuniões de alocação de águas por todo o RN para definição das regras de uso das águas de vários reservatórios, como por exemplo, o Bonito II, Gargalheiras, Sabugi, Carnaúba, Armando Ribeiro Gonçalves, Mendubim, Pataxó, Pau dos Ferros, Itans, Cruzeta, Rodeador, Campo Grande, entre outros.

 

Compartilhe aqui:

Cidade do RN decreta isolamento social e suspende eventos por 15 dias por aumento de casos de Covid

 

A Prefeitura de Senador Elói de Souza, no Agreste potiguar, decretou medidas de isolamento social e suspensão de eventos que impliquem na aglomeração de pessoas por 15 dias, por causa da pandemia da Covid-19.

 

A medida foi publicada no Diário Oficial dos Municípios desta terça-feira (19). De acordo com a prefeitura, a medida foi tomada por causa de um surto e pela identificação de dois casos da variante delta, confirmados na última sexta-feira (15).

 

A secretária de Saúde, Alda Lourenço, afirmou que até após cinco dias sem qualquer caso novo, o município começou a registrar novos casos na semana passada e atualmente conta com 11 casos confirmados e 7 suspeitos. No auge da pandemia, o município chegou a registrar 18 casos em um dia.

 

Com o decreto municipal, voltam a valer, em Elói de Souza, as regras estabelecidas no decreto 30.419/2021, do governo do estado, que permitiu abertura apenas de estabelecimentos considerados essenciais, inclusive com suspensão de aulas presenciais e cultos religiosos presenciais.

 

Ficam determinadas (…) todas as medidas restritivas observadas no decreto Estadual 30.419/21, inclusive quanto ao funcionamento das atividades consideras essenciais, à fiscalização e às penalidades ali previstas”, diz o decreto municipal.

 

Fica proibido a realização de eventos públicos e/ou privados que impliquem na aglomeração de pessoas no âmbito do município de Senador Elói de Souza a partir desta data”, acrescenta.

 

Nas redes sociais, a administração municipal informou que a prefeitura e a subprefeitura terão apenas com funcionamento interno.

 

Adotamos medidas preventivas para evitar ao máximo a proliferação dessa variante. Sabemos que nesse fim de semana haveria diversos eventos, mas diante dessas circunstâncias não podemos negligenciar as recomendações da Sesap”, afirmou o prefeito Maciel Gomes (PL) em comunicado nas redes sociais.

 

Entre os eventos cancelados haveria um bolão de vaquejada.

 

Apesar do registro de dois casos de variante delta, o município ficou listado entre as cidades com melhor situação pandêmica no Rio Grande do Norte, no último relatório da pandemia, divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde nesta terça-feira (19). A cidade ficou com avaliação 1 em um ranking que vai até 5. Quanto menor a nota, melhor a situação.

 

O município tem uma população estimada em cerca de 6,2 mil pessoas. Desde o início da pandemia, até esta segunda (18), a cidade teve 386 casos confirmados e 10 mortes por covid.

 

G1/RN

 

 

Compartilhe aqui:

Pandemia: avaliação registra piora de indicadores em 18% dos municípios do RN

 

O acompanhamento semanal da pandemia feito pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) registrou essa semana a piora nos indicadores em 18,6% das cidades do Rio Grande do Norte.

 

De acordo com o estudo de indicador composto finalizado nesta segunda-feira (18), que reúne diversos fatores como ocupação de leitos, casos ativos e óbitos, 31 municípios tiveram queda no escore, que vai de 1 a 5. Destes, 22 saíram do escore 1, que é a situação mais confortável, para o escore 2.

 

Outros oito municípios passaram da pontuação 2 para a 3, já dentro do sinal amarelo, e apenas um saiu do 3 para o 4, sendo o único com esse escore em todo o estado.

 

A situação denota alerta para a manutenção dos cuidados por parte da população neste momento de retomada das atividades.

 

A situação da pandemia ainda é estável em um patamar baixo, mas os indicadores mostram que não é possível relaxar. Temos que manter os cuidados, permanecer usando máscara e as medidas de distanciamento. Não é hora de relaxar”, afirma o secretário de Estado da Saúde Pública, Cipriano Maia.

 

O gestor ainda reforça a necessidade de se tomar a vacina dentro dos prazos, pois a ampliação da imunização é a única saída da pandemia, como mostram os dados recentes.

 

Temos um contingente grande de pessoas com a segunda dose em atraso. Deixamos aqui um apelo para que procurem os postos de vacinação e tomem a vacina, para garantir a imunidade e alcançarmos os índices ideais de proteção”, completou o secretário.

 

Compartilhe aqui:

Rio Grande do Norte ganha 15 novos defensores públicos estaduais

 

A Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte (DPE/RN) empossou, nesta segunda-feira (18), 15 novos defensores públicos estaduais para compor os quadros da instituição. A cerimônia de posse aconteceu no hotel Holiday Inn Natal de forma restrita, seguindo todos os protocolos sanitários impostos pela pandemia de Covid-19.

 

Com o acréscimo dos novos membros, o Rio Grande do Norte passa a ter 101 defensores públicos estaduais e dará continuidade ao plano de interiorização da instituição. A expansão prevê a abertura de 15 novos núcleos de atendimento nas cidades de Alexandria, Angicos, Baraúna, Campo Grande, Caraúbas, Florânia, Ipanguaçu, Lajes, Luís Gomes, Martins, Parelhas, Pendências, São José do Campestre, São Miguel e São Paulo do Potengi. A ampliação levará a instituição até todas as comarcas com mais de 20 mil habitantes, promovendo para a população norte-rio-grandense o acesso gratuito à justiça.

 

“Com a chegada dos novos membros, deflagraremos uma nova etapa de expansão, que vai projetar a nossa cobertura para 40 das 57 comarcas existentes no estado, alcançando cerca de 92% da população potiguar”, registrou o defensor público-geral do estado, Marcus Vinicius Soares Alves. A cerimônia também contou com a presença do vice-governador que saudou o momento de alegria e confraternização simbolizada pela posse dos novos integrantes na carreira.

 

Compartilhe aqui:

Motorista colide o carro contra animais na RN-118 e é socorrido

 

Um motorista que seguia pela RN-118 entre Jucurutu e Caicó acabou colidindo o veículo contra animais que estavam sobre a via na tarde dessa segunda feira, 18, próximo à cidade de Jucurutu-RN.

 

Com escoriações pelo corpo, o motorista foi socorrido para o hospital daquela cidade. De acordo com o que foi apurado pelo blog Jair Sampaio, ao menos cinco rezes estavam sobre a via na hora do sinistro.

 

Sem riscos de morte, o condutor do veículo foi atendido no hospital Maternidade Terezinha de Queiroz Santos. A Polícia Rodoviária Estadual foi acionada para o registro do Boletim de Acidente de Trânsito.

 

Jair Sampaio

 

Compartilhe aqui:

Segurado do INSS pode solicitar pensão por morte e auxílio-maternidade no cartório

 

Desde o dia 15 de outubro, quem precisa solicitar benefícios como pensão por morte ou salário-maternidade poderá fazer isso diretamente nos cartórios. Um acordo entre o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e a Arpen-Brasil (Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais) visa facilitar os pedidos para quem precisa registrar o nascimento de um filho ou o óbito de um segurado.

 

Só no estado do Rio de Janeiro, o atendimento ficará disponível em 168 cartórios espalhados por 92 municípios. O serviço será totalmente gratuito.

 

Entretanto, para o IBDP (Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário), a terceirização do trabalho do INSS pode “fazer disparar a fila virtual de segurados que esperam uma resposta da autarquia”.

 

“A medida vai facilitar o protocolo de imediato, mas no entanto a pessoa não vai estar com todos os documentos exigidos para requerer o benefício”, diz Diego Cherulli, vice-presidente do IBDP.

Projeto piloto

 

Nos primeiros 30 dias, o projeto vai funcionar com o um projeto piloto. Segundo a Arpen, o cartório verificará o direito ao benefício logo após a efetuação do registo, e a resposta será liberada em tempo real.

 

Em seguida, o requerimento de concessão será formalizado, dando ciência ao cidadão e comunicando ao instituto que a autorização já está com ele. A medida deve beneficiar mais de 1,8 milhão de brasileiros que esperam a aprovação de seus pedidos desde julho.

 

“É louvável que o INSS busque alternativas para diminuir a demanda dos quase 2 milhões de processos aguardando análise em todo o país, e que a parceria certamente seria uma opção para facilitar aos cidadãos mais facilidade ao requerimento de suas demandas. No entanto, o problema do INSS não é o protocolo, pois este atualmente é relativamente simples através dos canais de comunicação da Previdência, tais como: o PrevFone 135 ou o site do Meu INSS”, afirma o IBDP.

Mais negativas

 

O IBDP teme que a complexidade de análise dos documentos e trâmite para a concessão dos benefícios aumente o número de negativas e, consequentemente, de processos na justiça. A entidade diz que “não se trata apenas de um ato protocolar, mas de informações que exigem conhecimento sobre a matéria, treinamento e orientação”.

 

“Protocolar uma pensão por morte de cônjuge, por exemplo, pode ser relativamente simples. Mas há uma infinidade de desdobramentos, conforme cada caso, que exigirão provas específicas, tais como: provas de união estável, de união homoafetiva, de filhos de outras uniões, ou inválidos ou com deficiência que demandarão análise pericial, menores sob guarda, de dependência econômica de pais ou irmãos, entre diversas outras questões pertinentes”, explica Adriane Bramante, presidente do IBDP.

 

Compartilhe aqui:

Comissão aprova pagamento do 13º salário em dobro aos segurados do INSS

 

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou nesta sexta-feira, 15, proposta que prevê a concessão em dobro do abono anual, o chamado “13º salário”, da Previdência Social pago a aposentados, pensionistas e beneficiários de auxílios diversos (por morte, doença, acidente ou reclusão).

 

Foi aprovado o substitutivo da relatora, deputada Flávia Morais (PDT-GO), ao Projeto de Lei 4367/20, do deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS). Flávia incorporou ao texto o apensado (PL 5641/20). “A concessão em dobro do benefício poderá estimular a recuperação econômica, tão necessária para a redução do desemprego e da fome, que vêm se disseminando”, afirmou.

 

Conforme o substitutivo aprovado, o pagamento dobrado do abono anual para os segurados da Previdência Social deverá ocorrer, se sancionada a futura lei, até 2023. “A concessão excepcional dessas parcelas contribuirá para os recursos necessários às famílias nas despesas de final de ano”, observou a relatora.

 

Autor do projeto original, Pompeo de Mattos afirmou ainda que o pagamento de mais uma parcela do abono previdenciário será relevante diante da pandemia de covid-19. “Valores do 13º salário recebidos por aposentados e pensionistas são elementos importantes na dinâmica econômica do País”, ressaltou.

 

Tramitação

 

A proposta tramita em caráter conclusivo e ainda será analisada pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

 

Compartilhe aqui:

Flamengo e Cuiabá empatam sem gols no Maracanã pelo Campeonato Brasileiro

 

O Flamengo entrou em campo na noite de domingo (17), no Maracanã, para enfrentar o Cuiabá com a possibilidade de diminuir a diferença para oito pontos para o líder Atlético-MG, que perdeu para o Atlético-GO nesta 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mas, apesar da posse de bola e da insistência ofensiva, acabou parando na grande atuação defensiva da equipe comandada por Jorginho e empatando em 0 a 0 com o Dourado em um confronto que teve um gol anulado de Michael após revisão do VAR.

 

Com o empate, o Flamengo vai a 46 pontos e fica a 10 do líder Atlético-MG. O Rubro-Negro, porém, tem dois jogos a menos e ainda terá um confronto direto com o Galo. Com 35 pontos, o Cuiabá é o nono.

 

Os dois times só voltam a campo pelo Campeonato Brasileiro no próximo final de semana, pela 28ª rodada. O Flamengo fará um clássico com o Fluminense no sábado, no Maracanã, às 19h. No domingo, o Cuiabá vai até o Mineirão enfrentar o Atlético-MG às 16h. Antes, porém, a equipe de Renato Gaúcho tem confronto pela semifinal da Copa do Brasil. Na próxima quarta-feira, o Rubro-Negro mede forças com o Athletico-PR, na Arena da Baixada, às 21h, pelo jogo de ida.

 

Ge

 

Compartilhe aqui:

ABC atropela o Caxias no segundo tempo e conquista acesso à Série C

 

O ABC está de volta à Série C do Campeonato Brasileiro. Com um segundo tempo avassalador, o Alvinegro bateu o Caxias por 3 a 0 e garantiu a classificação às semifinais da Série D e o tão sonhado acesso. A vitória teve a estrela do aniversariante do dia, Wallyson. Com um gol e uma assistência, ele conquistou o acesso com o clube, assim como aconteceu em 2007.

 

Este é o quarto acesso conquistado pelo ABC no Frasqueirão, estádio inaugurado em 2006. Nas vezes anteriores, o Alvinegro subiu da Série C para a Série B – em 2007, 2010 e 2016.

 

Dos quatro clubes que conquistaram o acesso à Série C, três estavam no Grupo A3 na primeira fase. Além do ABC, subiram Campinense e Atlético-CE, que eliminaram América-RN e Ferroviária.

 

O ABC vai encarar a Aparecidense nas semifinais da Série D do Campeonato Brasileiro. O Alvinegro tem a vantagem de decidir em casa por ter feito melhor campanha. O primeiro jogo será no próximo fim de semana, em Goiás.

 

GE

 

Compartilhe aqui:

Dia da alimentação alerta para relação entre fome e mudança climática

 

Neste sábado (16) é comemorado o Dia Mundial da Alimentação. Organismos internacionais, governos e entidades da sociedade civil realizam atividades com o objetivo de chamar a atenção para o desafio de combater a fome e a insegurança alimentar no mundo e em cada país, como o Brasil.

 

Neste ano, a mobilização teve como tema Melhor Produção, Melhor Nutrição, Melhor Meio Ambiente e Melhor Qualidade de Vida. Esta edição da iniciativa levanta a questão da relação entre as mudanças climática e a produção de alimentos no mundo.

 

A Organização das Nações Unidas, por meio de seu braço para agricultura e alimentação (FAO), divulgou mensagens lembrando que ainda há mais de 2 bilhões de pessoas no mundo que não conseguem ter acesso a uma alimentação saudável.

 

O Dia Mundial da Alimentação serve para conscientizar as pessoas sobre a importância de garantir que todos tenham acesso a alimentos suficientes, seguros, diversificados e nutritivos.

Mudanças climáticas

 

As mudanças climáticas se manifestam de diversas formas, pelo aumento da temperatura da Terra, escassez de água e eventos extremos como enchentes e tempestades de areia, como recentemente registradas em São Paulo e Mato Grosso do Sul.

 

Artigo publicado nesta semana na revista Nature por pesquisadores da Alemanha, Estados Unidos e Suíça apontou que as mudanças climáticas induzidas por seres humanos já impactaram 80% da área e 85% da população da Terra.

 

Em setembro, a entidade de pesquisa britânica Chatham House divulgou relatório alertando que as mudanças climáticas podem ser irreversíveis entre 2040 e 2050 se não houver redução das emissões de carbono.

 

O tema será um dos assuntos centrais da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2021 (COP26), que ocorrerá entre 31 de outubro e 12 de novembro na cidade de Glasgow, na Escócia.

 

Segundo o Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (WFP, na sigla em inglês), a crise climática ocasionará um aumento exponencial da fome se não houver ações para proteger as comunidades dos choques climáticos.

 

Brasil

 

No Brasil, as ações da mobilização começaram nesta semana. Na quarta-feira (13), foi feita uma projeção no prédio do Congresso Nacional com imagens de alimentos para marcar o dia e buscar colocar a pauta para as autoridades políticas.

 

Segundo Rafael Zavala, representante da FAO no Brasil, a pandemia revelou a fragilidade das sociedades, com crise da saúde, recessão econômica, aumento da insegurança alimentar e da desigualdade, atingindo sobretudo as populações mais vulneráveis, como ocorre no Brasil.

 

“O desafio do Brasil está em mudar a forma como produzimos, como consumimos e como descartamos os alimentos. Estes são três fatores-chave para uma transformação efetiva em nossos sistemas agroalimentares, com uma cultura de consumo mais consciente que diminua o preço dos alimentos, além de práticas agrícolas e pecuárias sustentáveis que nos permitam atender à crescente demanda por alimentos, reduzindo drasticamente o desperdício e as perdas globais”, destaca Zavala.

 

O representante do Programa Mundial de Alimentos da ONU no Brasil, Daniel Balaban, pontuou que a mudança envolve tratar a alimentação como direito básico. “Promover a agricultura familiar, fortalecer programas como os de alimentação escolar e estimular a produção e o consumo sustentáveis devem estar entre nossas prioridades. Hoje, mais do que nunca, precisamos unir forças para enfrentar os desafios juntos”, coloca.

 

Na avaliação do Coordenador de Amazônia do Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN), Rodrigo Noleto, o modelo agropecuário brasileiro provoca impactos nas mudanças climáticas com a expansão desenfreada da plantações e criações de animais, que debilitam o meio ambiente. Seria importante, de acordo com ele, uma valorização maior da agricultura familiar e povos e comunidades tradicionais, inclusive por meio de políticas públicas, como ocorre no Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

 

“É importante que comunidades tradicionais forneçam para as suas próprias comunidades. Isso traz alimentos mais saudáveis, além de agregar valor e renda para quem produz. É válido que os alimentos ultraprocessados parem de ser fornecidos para essas comunidades. Isso diminui o transporte, sem levar alimentos de uma distância muito grande. Tudo isso está relacionado com mudanças climáticas”, analisa Rodrigo Noleto.

 

Segundo o Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil, realizado pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede Penssan), 19 milhões de brasileiros passaram fome em 2020, e mais da metade das casas (cerca de 116,8 milhões de pessoas) vivenciou algum tipo de insegurança alimentar.

Ações governamentais

 

Em nota à Agência Brasil, o Ministério da Cidadania afirmou que tem atuado para fortalecer os programas sociais e criar uma rede de proteção para segmentos mais vulneráveis. Nos programas Bolsa Família, Benefício de Prestação Continuada e Auxílio Emergencial foram investidos R$ 102,02 bilhões em 2020. Em 2021, o auxílio emergencial teve seu valor reduzido.

 

Em agosto, o governo federal enviou ao Congresso a Medida Provisória 1.061, que instituiu o programa Auxílio Brasil, que revoga o Bolsa Família e cria novos benefícios. Segundo o Ministério, a proposta terá aumento do número de famílias atendidas e dos valores, embora esses números ainda não tenham sido divulgados.

 

Outra ação prevista na MP é o programa Alimenta Brasil, que reformulará o Programa de Aquisição de Alimentos, por meio do qual o Poder Público comprava produtos da agricultura familiar. Ainda conforme a pasta, será disponibilizado um auxílio a agricultores em situação de pobreza e pobreza extrema por três anos. O valor do benefício não foi informado.

 

Compartilhe aqui:

Thiago Brado fará show gratuito em Caicó

 

Uma das atrações confirmadas para a Festa do Rosário de Caicó 2021 é do cantor Thiago Brado. O show será em frente à Igreja do Rosário na sexta-feira, 22 de outubro.

 

Thiago Brado é cantor, compositor e missionário, natural do Paraná, e está na estrada evangelizando há 8 anos.

 

Entre os diversos sucessos de Thiago Brado está “Minha Essência”, que ultrapassou 130 milhões de visualizações.

 

O show será gratuito e cumprindo todas as normas de biossegurança estabelecidas pelos decretos.

 

Compartilhe aqui: